Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

sábado, 5 de novembro de 2011

De Primeiro em Primeiro de Maio











Como da mesma árvore sendo as folhas
Nós somos reunidos por vento sufocante
Miséria é a noite e a guerra dilúvio
Do espelho que nos estendem apenas resta o chumbo

E não é só de ontem mas de sempre que ousam
Votarem-nos ao nada a nós jovens de novo
A cada beijo terno como a cada manhã
Nós que tiramos do futuro nossa luz

Os nossos amos têm marcas de um céu que é falso
Nós nossa força é nua é única e primeira
P'ra sempre no futuro nós sobre a terra os homens
E só suportaremos o peso da ventura

O peso leve e doce de rebentos e frutos.

Sem comentários:

Enviar um comentário