Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Janeiro e o meu avô


Sempre te deste mal
com o mês de Janeiro.
Ou ele contigo
guerras antigas
vocês é que sabiam...
Era ruim, chuva e frio
que até geavam os ossos.
Isso tu aguentavas bem
mas estragar-te a sementeira
e trazer-te algumas fomes à boca
deve ter sido a mágoa maior
que nunca lhe perdoaste.
Depois de mais de noventa
Janeiros no Alentejo
sabias que ele te espreitava.
Mas não tinhas medo.
Acendias um lume
cada dia maior e esperavas.
Quando ele partia
vinhas na pressa serena
do teu cajado à minha procura
com uma alegria mais nova do que eu.
Já não morro este ano
dizias com uma certeza
maior do que o sol.
Eu ficava contente
mas não acreditava.
No fim de um Dezembro escuro
mandaste chamar-me
para a despedida.
Abalaste com esse Janeiro.
Vocês tinham muitas contas para acertar.

Sem comentários:

Enviar um comentário