Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Em que é que eu falhei


Em que é que eu falhei?
Tantos anos a lutar
para ter pão para os meus filhos.
Durante tanto tempo, aplaudi
os seus sonhos, ensinei-lhes o valor da poesia,
da pintura, da música e de tantas outras formas
de arte – a criação como acto independente, único,
em que nos mostramos e dizemos quem somos -
A realização pessoal.

Em que é que eu falhei?

Deveria talvez, ter-lhes ensinado só
Finanças, Economia, formas de ganhar
 dinheiro – muito?!
Deveria talvez, dizer-lhes que solidariedade,
 é só uma palavra,
como tantas outras, sem importância?!

Afinal, trabalhar para quê?
Para obter esse material
que não serve para nada, mas
foi instituído como moeda de troca?
E quanto mais trabalho
aquilo que recebo, são desperdícios,
 do bolo que já foi comido
por outros?

Afinal, a felicidade
deve ou não ser, uma procura interior?
Trabalhar mais horas, para quem?
Para a pretensa felicidade de quem?

Continuamos a mendigar felicidade
e tudo aquilo que fazemos – é o oposto.

Sem comentários:

Enviar um comentário