Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

«Na sombra, que dizes?»


Na sombra, que dizes?
Brilham teus olhos tristes
húmidos de amor que procuras.
A boca entreaberta como a carne
que, fresca, estremece e aquece nos meus dedos.
Não digas nada, beija
o beijo que em meus lábios
te curva a cabeça sobre o ombro
como a cintura nos meus braços quebra.
Se me pertences, beija;
se não pertencerás mais do que agora,
beija.
Na sombra, que dizes?

Sem comentários:

Enviar um comentário