Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

terça-feira, 27 de março de 2012

QUE MEDO FOI ESSE QUE SENTISTE?


E tu onde estavas quando se ouvia,
sob o eco da metralha, o sussurro das preces?
E tu onde estavas quando se dizia
que nunca a rendição
seria o fim de nada, nem sequer da morte?
E tu onde estavas quando já ninguém
sabia onde tu estavas?
Que guerra foi esta, tão medonha e tão igual
a outras guerras, destino brutalmente repetido?
Que nome quiseste dar
ao que sofremos, à míngua de outro nome?
Que medo foi esse que sentiste
quando, no silêncio das preces,
temeste deixar de ser eterno?
Quem te deu o direito de inventar a guerra
só para não sermos tantos a chamar por ti
quando já não temos por quem chamar?


Sem comentários:

Enviar um comentário