Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

quarta-feira, 27 de março de 2013

Linguagem do Invisível


São raros os momentos que matam a sede
e sabem evitar ainda diálogos irados de vento
e assim uma ponte apenas ponte
... só me lembra despedida e fico sempre comovida
por ficar deste lado indiferente ao tempo
e assim uma fonte apenas fonte
só me lembra palavras
e vêm os acessos de saudade
indiferente e fabulosa
e às vezes confundo tudo e choro
como se os olhos fossem duas granadas
que não se cansam de explodir sem direcção
sem intenção
mas com uma certeza
beijar o chão depois de o despir
 


quinta-feira, 21 de março de 2013

O teu sorriso

E se o céu fosse só isto...?

As nuvens dos teus lábios
O infindável azul da tua boca...

e eu feito ave louca
a sobrevoar-te num beijo
a embebedar-me de desejo
a morar no teu sorriso...

Ai, se o céu fosse só isto
e nada mais fosse preciso!

terça-feira, 19 de março de 2013

A Celebração do Corpo

Vamos,então,amanhã,
despir novamente o corpo
entraremos de bruços pela ternura
fingindo meter o silêncio dentro da boca.
Vamos dobrá-lo sozinho com a língua
e partir, depois,
para onde um Verão inventado
nos transforme.

terça-feira, 12 de março de 2013

Paisagem

                                   Pintura a acrílico sobre papel - 25x35

sexta-feira, 8 de março de 2013

Ao vento e ao mar...


Das baladas que foram infantis ao lado do mundo
na terra do sempre brincando
deslumbram-me os raios
que me trazem pouco a pouco
de volta aos risos da infância
da candura dos gestos, dos sorrisos
daqueles que só as crianças
sabem erguer indiferentes
ao vento a ao mar
ignorando os castelos
que à sua volta se movem enormes...

terça-feira, 5 de março de 2013

Retrato de Agostinho da Silva


"Porquê tolerar? Parece-me ainda pior do que perseguir. No perseguir há um reconhecimento do valor."
Agostinho da Silva

                                            Acrílico sobre papel - 25x35

sábado, 2 de março de 2013

Retrato de Álvaro Cunhal

                                                Acrílico sobre papel.