Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

domingo, 11 de agosto de 2013

Do livro: "um cão em cada dedo"

o meu medo é o deserto ser um livro,
o mundo todo ou só a minha casa ser um livro,
e eu ser um objecto imundo,
um adereço provisório do autor,
porventura uma gralha corrigida.
o meu medo é que uma palavra grande
faça sombra a uma palavra mais pequena,
como a violência doméstica,
que as tuas mãos,
unidas uma sobre a outra,
não saibam ler-se,
que um dia recebas
a notícia da tua morte.
o meu medo é o coração arder,
os homens comerem outros homens,
a carne ser uma terra boa para as plantas,
ter de ladrar para estar vivo.
o meu medo é ter de ladrar para estar vivo.
(Desenho de Vasco Barreto)

Sem comentários:

Enviar um comentário