Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

As Pedras Pernoitam no Ser

As pedras pernoitam no ser, no pórtico
enegrecido, as uvas presas nas horas,
as cisternas do medo flutuam.
Já não existe esse mundo azul,
onde possas conservar os olhos puros.
As metáforas de ouro palpitam na chuva,
é certo,
ainda ascendes à solidão das árvores,...
ao queixume dos bosques.
Nos devaneios, em segredo, ainda respiras
o ébrio perfume das glicínias,
ainda colhes a última estrela
da diáfana aurora.
Dormes nos baixios de lava.
Desconheces a lógica dos astros,
pernoitas nos lugares negros.
Conheces o sol, o corpo,
as teias emaranhadas,
onde crepita a vida,

insólita quimera ardente.

Sem comentários:

Enviar um comentário