Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

sábado, 30 de agosto de 2014

Música

Hoje acendeu-se uma viola
na noite do Xipamanine
E o segredar do vento às folhas
Fez-se gesto...
Uma pura viola de solidão de mágoa
de raiva transformada em alegria
os braços ondulavam
vestiam de música as paredes
caiadas de miséria

Era uma viola de lata e liberdade
uma viola de alma revoltada
os dedos tocavam-na
e era mágica

Noite no Xipamanine caniço e terra
e acendeu-se uma viola desesperada
entre a cacimba triste do silêncio

África cantava as lágrimas caíam
nascia a melodia necessária
sobre as cordas da angústia

Era uma viola que falava aos corpos
erguia o sonho na cidade proibida
e os homens dançando resistiam


                    Desenho do poeta feito num Tablet Samsung Galaxy Note 10.1

Sem comentários:

Enviar um comentário