Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Epigrama

Nariz,nariz, e nariz,
Nariz, que nunca se acaba,
Nariz, que se ele desaba
Fará o mundo infeliz;
Nariz, que Newton não quis
Descrever-lhe a diagonal;
Nariz de massa infernal,
Que, se o cálculo não erra,
Posto entre o Sol e a Terra
Faria eclipse total!
Bocage
Desenho:Vasco Barreto.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Morro todos os dias um pouco mais

Morro todos os dias um pouco mais
naquilo que não escrevo.
Em nenhum teatro me quero representado,
que a minha máscara é a do tédio e da fadiga.
Estou cativo de um tempo alvoraçado
em que tudo é interrogação e dúvida

A descrença é uma música letal
que mata devagar sem que deixe
sinais visíveis, marcas de dedos
errantes sobre a carne.

Animal incolor e subterrâneo
é o que cresce à sombra dos dias
e grava na fala um silêncio
enleante e vagaroso.

José Jorge Letria in Poesia Escolhida
Edward Hooper - Excursion into philosophy