Informação


Este blogue foi criado há alguns anos para divulgar a poesia e as artes plásticas dos verdadeiros artistas...Por vezes, coloquei alguns humildes trabalhos meus, mas vou deixar de o fazer, e em defesa da coerência criei um outro blogue, com características pessoais, o qual vos convido desde já a darem uma olhadela em:

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A Vida Real

Se existisses, serias tu,
talvez um pouco menos exacta,
mas a mesma existência, o mesmo nome, a mesma morada.

Atrás de ti haveria
as mesmas duas palmeiras, e eu estaria
sentado a teu lado como numa fotografia.

Entretanto dobrar-se-ia o mundo
(o teu mundo: o teu destino, a tua idade)
entre ser e possibilidade,

e eu permaneceria acordado
e em prosa, habitando-te como uma casa
ou uma memória.

Manuel António Pina in Nenhuma Palavra e Nenhuma Lembrança.
Ilustração: Vasco Barreto.


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Ao mesmo tempo o voo

Ao mesmo tempo o voo
E o naufrágio.

O abraço e a porta
Que se encerra.

Ao mesmo tempo o pão
E a pá na terra

Amarga a felicidade
Sonho sim,
Sonho não.

Vastas e infinitas
As possibilidades
Se calarmos a mente
E estendermos a mão.

Isabel Fraga in A Música das Esperas
Ilustração: Vasco Barreto.